Só Dois

Seremos só dois
Mas depois virão os outros
Com sua cara ou a minha
Tanto faz
Pois serão tu e eu
Pois seremos nós eles
E teremos um cão
Seu eterno rival
Pela liberdade das flores
Crescerem
No quintal
Casa cheia aos domingos
Babá nas noites de sábado
Conta conjunta
Seremos só dois
Compartilharemos livros
Comentaremos indignados
Crimes contra a família
Ou contra a paz mundial
Tanto faz
Pois serão nossos lábios
E olhos revoltosos
E quanto recolheres teus verbos
Tuas sobrancelhas serão sinais
Os dias passarão pensativos
Noites sem o suor do teu corpo
Mágoas
Nos porta-retratos dias coloridos
Viagens de trem
Amigos que já se foram
As rotas
Os corpos
Nas vidas nada mais do mesmo
Nem dos meus vinte anos
Porque o mundo gira
Em sentido anti-horário
Porque hoje seremos só dois

Nenhum comentário:

Postar um comentário