Canto ao Jovem Pound

Já celebrei mais de três céus
Em mais de três oceanos
E digo: nada é igual
Gaivotas e andorinhas
Nuvens de chuva ou sol
Mudam de cor com o tempo
As conchas e os caracóis
Mulheres não há iguais
Bicos de peito e manhas
Pelos na pele
Encontros
Desejos, os mais diversos
E há muito mais que três cidades
Ou três cores de olhos
Rosados, rubros e negros
Lábios grandes e pequenos
Inferno purgatório e paraíso
É pouco para um latino Virgílio

Nenhum comentário:

Postar um comentário